biotecnologia

Onde anda você, Ex-aluno?

Caio Hajime Yoshida – Biotecnologia 1997:

Após me formar no ORT, continuei meus estudos na UERJ em Ciências Biológicas e logo em seguida o M.Sc. em Biofísica|Biologia Molecular na UFRJ.
O que aprendi no ORT foi muito bom porque me facilitou bastante nas aulas práticas laboratoriais, e também durante a pesquisa do mestrado. Após o mestrado, comecei a trabalhar no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos – BioManguinhos, a planta de produção de vacinas, kits de diagnóstico e biofármacos no Departamento de Controle de Qualidade.Toda a parte experimental, o pensamento crítico e a meta-ciência que desenvolvemos no ORT contribuíram para meu reconhecimento como bom profissional em todas as instâncias mencionadas. Foi um grande prazer estudar lá e as boas memórias e amizades (que restam até hoje) vão estar comigo por bastante tempo. Atualmente me encontro no Canadá, em busca de novas experiências e buscando meu lugar no mercado da indústria farmacêutica de Quebec.


Caio.

Caio em 2010 – Canadá

Clique aqui e veja outros depoimentos

Read More
,

Onde anda você, Ex-aluno?

Ilana Teruszkin Balassiano – Biotecnologia 1997:

Meu nome é Ilana Teruszkin Balassiano, e fiz o curso de Biotecnologia no ORT entre 1995-1997. Após me formar, ingressei na UFRJ no Curso de Bacharelado em Microbiologia e Imunologia. Quando concluí a graduação ingressei no Curso de Mestrado em Ciências (Microbiologia), também da UFRJ (1999-2004).

Ao término do Mestrado, tive a gratificante oportunidade de dar aulas no ORT para o curso de Biotecnologia, na disciplina Tecnologia das Fermentações (2004-2006). Paralelamente, comecei a dar aulas também no Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM), ministrando as disciplinas de Microbiologia Geral, Microbiologia Clínica, Microbiologia de Alimentos e Imunologia para os cursos de Bacharelado em Farmácia, Enfermagem e Nutrição.

No ano de 2006 comecei a trabalhar na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), onde fui contemplada com uma bolsa de pesquisa no Laboratório de Referência Nacional para Leptospirose. No ano seguinte, iniciei o Doutorado em Ciências (Microbiologia), na UFRJ. No ano de 2008 fui convocada para assumir a vaga de Tecnologista em Saúde Pública, tornando-me funcionária pública na Fiocruz, onde atualmente encontro-me trabalhando no mesmo laboratório. Recentemente, dia 04/10/10, defendi a tese de Doutorado, obtendo o título de Doutora em Ciências pela UFRJ.

Uma grande contribuição do ORT na minha vida profissional foi a formação técnica no ambiente de laboratório, que foi extremamente útil no início da graduação em Microbiologia. Ao contrário de meus colegas, para os quais tudo era novidade, eu já tinha uma certa experiência na rotina dentro de um laboratório, o que foi muito importante para que eu pudesse me destacar e ir adiante. Além disso, foi no ORT que desenvolvi o amor que tenho pela Ciência e pelos desafios que ela propõe. Porém, sem dúvida, a grande contribuição que o ORT teve na minha vida profissional foi dar a primeira oportunidade que tive para atuar como professora. No período em que lecionei na escola cresci pessoal e profissionalmente, e aprendi muito também. Estes ensinamentos levo comigo até hoje.


Ilana.

Clique aqui e veja outros depoimentos

Read More

ORT Uruguai inaugura laboratório de Biotecnologia

A Universidad ORT Uruguay inaugurou, no dia 16 de junho de 2010, seu laboratório de Biotecnologia. Estiveram presentes o Ministro da Educação e Cultura do Uruguai, Dr. Ricardo Ehrlich, o Presidente da Agência Nacional de Investigação e Inovação (ANII), Dr. Rodolfo Silveira, e o Reitor da Universidade ORT, Dr. Jorge Grunberg.

O laboratório tem espaço para 20 pessoas trabalharem simultaneamente, além de um local para o cultivo de bactérias e células eucariotas e salas de amplificação de DNA e RNA, entre outras instalações. Em seu discurso, o Reitor da Universidade agradeceu o apoio do ORT Brasil, onde a Biotecnologia já é ensinada há muitos anos para o Ensino Médio. “Nós recebemos uma assessoria muito boa em termos de currículo e equipamentos. Esse é um bom exemplo de cooperação inter-ORT, o modo como o conhecimento e a experiência são transmitidos de uma instituição ORT para outra”, afirmou o Reitor.

Leia mais: http://www.ort.org/asp/article.asp?ID=968

O Reitor da Universidade ORT, Dr. Jorge Grunberg, o Presidente da ANII, Dr. Rodolfo Silveira, e o Ministro da Educação e Cultura do Uruguai, Dr. Ricardo Ehrlich, durante a cerimônia de inauguração do laboratório.
Laboratório de Biotecnologia da Universidad ORT Uruguay.
Read More

Coordenadora do ORT na UNIFESO

A professora Maria Antonia Malajovich, Coordenadora de Biotecnologia do Instituto de Tecnologia ORT, ministrou uma palestra para biólogos e estudantes de biologia do Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO), em Teresópolis, no dia 18 de junho de 2010.

O tema discutido foi a Biotecnologia e sua importância para o desenvolvimento sustentável do planeta. Como noticiou o Diário de Teresópolis, a Dra. Malajovich explicou que: “A Biotecnologia utilizada pelas indústrias é muitas vezes chamada de Biotecnologia branca e muito desconhecida do público. As pessoas conhecem um pouco de plantas transgênicas, células tronco, mas muito pouco sobre a Biotecnologia, que envolve coisas variadas como biocombustíveis, bioplásticos ou fabricação de enzimas que podem ajudar a preservar o meio ambiente.”

Professora Maria Antonia Malajovich durante palestra na UNIFESO.
Read More

Alunos de Biotecnologia no NEDEA

No dia 24 de março de 2010, os alunos do 1º ano do Ensino Médio de Biotecnologia do Instituto de Tecnologia ORT, realizaram um trabalho de campo no NEDEA – Núcleo Experimental de Estudos Ambientais do ORT, em Petrópolis.

Sob a supervisão dos professores Éllen Pombal e Vitor Mann, realizaram o trabalho denominado “O Tamanho de uma População – O Método dos Quadrados”.

Alunos em frente ao laboratório do NEDEA
Alunos recebem instruções sobre o trabalho a ser desenvolvido
Alunos do ORT trabalhando
Read More
,

ORT leva alunos ao Instituto Weizmann, em Israel

Intituto Weizmann

Depois de Fernando Frenkel e Fernanda Nunes, é a vez dos alunos André Frankenthal e Tiago Domingues, ambos do 3º ano – Eletrônica e Biotecnologia , respectivamente – ganharem a bolsa de estudo que os levará a participar do disputado curso intensivo de ciências, organizado pelo ORT Mundial , no campus do renomado Instituto Weizmann (Weizmann Institute of Science) localizado em Rehovot, Israel.
O Instituto é uma entidade de ensino superior e de pesquisa, focado na área das ciências naturais, que figura entre os mais importantes do planeta. Cerca de 30 estudantes de todo o mundo terão, durante três semanas, acesso às mais modernas instalações nas áreas de química, bioquímica, biologia, matemática, ciência da computação e física. Durante o processo, poderão desenvolver projetos que serão apresentados a uma bancada de professores no final do período, e ainda terão a oportunidade de participar de seminários e palestras com profissionais de ponta.
Ao todo são 30 vagas disputadas por alunos do ORT em diversos países através de testes e provas de seleção. O ORT é o único colégio de ensino médio no Brasil que oferece esta oportunidade aos seus alunos.

Read More