23 de dezembro de 2011

Biotecnologia

Biotecnologia

O Que é Biotecnologia?

Biotecnologia é o conjunto de conhecimentos que permite a utilização de agentes biológicos (organismos, células, organelas, moléculas) para obter bens ou assegurar serviços.


Assim, é Biotecnologia o conjunto de técnicas que permite à Indústria Farmacêutica cultivar microrganismos para produzir os antibióticos que serão comprados na Farmácia. Como é Biotecnologia o saber que permite cultivar células de morango para a obtenção de mudas comerciais. E também é Biotecnologia o processo que permite o tratamento de despejos sanitários pela ação de microorganismos em fossas sépticas.

A Biotecnologia abrange diferentes áreas do conhecimento que incluem a ciência básica (Biologia Molecular, Microbiologia, Biologia celular, Genética, Genômica, Embriologia etc.), a ciência aplicada (Técnicas imunológicas, químicas e bioquímicas) e outras tecnologias (Informática, Robótica e Controle de processos).

A Engenharia Genética ocupa um lugar de destaque como tecnologia inovadora, seja porque permite substituir métodos tradicionais de produção (Hormônio de crescimento, Insulina), seja porque permite obter produtos inteiramente novos (Organismos transgênicos).

A Biotecnologia transforma nossa vida cotidiana. O seu impacto atinge vários setores produtivos, oferecendo novas oportunidades de emprego e inversões.

Hoje contamos com plantas resistentes a doenças, plásticos biodegradáveis, detergentes mais eficientes, biocombustíveis, processos industriais e agrícolas menos poluentes, métodos de biorremediação do meio ambiente e centenas de testes diagnósticos e novos medicamentos.

Para obter mais informações e fazer download gratuito de livros, manuais e guias de atividades de Biotecnologia, acesse o site BIOTECNOLOGIA: ENSINO E DIVULGAÇÃO.

Produtos de origem biotecnológica, por setor:

Setores Bens e Serviços
Agricultura Adubo composto, pesticidas, silagem, mudas de plantas ou de árvores, plantas com propriedades novas etc.
Alimentação Pães, queijos, picles, cerveja, vinho, proteína unicelular, aditivos, etc.
Ind. Química Butanol, acetona, glicerol, ácidos orgânicos, enzimas etc.
Eletrônica Biosensores
Energia Etanol, biogás
Meio Ambiente Recuperação de petróleo, tratamento do lixo, purificação da água etc.
Pecuária Embriões
Saúde Antibióticos, hormônios e outros medicamentos, vacinas, reagentes e testes de diagnóstico, etc.

O Curso

O ensino médio técnico em Biotecnologia do Instituto de Tecnologia ORT tem três anos de duração. O título é registrado no Conselho Regional de Química.

Nossos alunos recebem uma formação que permite tanto a entrada direta no mercado de trabalho como o prosseguimento de estudos de nível superior. O nível do ensino está adequado à idade dos alunos, aos seus conhecimentos prévios e ao tempo disponível (3 anos).

As matérias específicas contam com apoio laboratorial, dentro da filosofia da instituição de “aprender fazendo”. Ao longo de sua vida escolar, o aluno passa por diferentes etapas, do trabalho supervisionado ao trabalho independente.

O ORT está em sintonia com os princípios de biossegurança, indispensáveis para o desenvolvimento sustentado da Biotecnologia moderna.

Grade Curricular

Todos os alunos do ORT cursam matérias de educação geral, de educação tecnológica e de cultura judaica.

Educação Geral. Corresponde a grade curricular completa do Ensino Médio: Português, Literatura, Inglês, Historia, Geografia, Artes, Educação Física, Matemática, Física, Química, Biologia, Filosofia, Sociologia, Gestão de Negócios, Informática, Estatística.

Cultura Judaica. Objetiva divulgar os valores humanistas universais do judaísmo: Hebraico e História Judaica

Educação Tecnológica – Biotecnologia. Contempla a instrução teórica e prática específica em diversas matérias, dentro de três áreas principais: Biologia Aplicada, Química Experimental e Biotecnologia.

As saídas de campo do Curso de Biotecnologia recebem muita atenção. As atividades têm lugar no exclusivo Núcleo Experimental de Estudos Ambientais do Instituto de Tecnologia ORT (NEDEA/ORT), campus localizado em Petrópolis que conta com uma área de 850.000 m2 e um laboratório para os estudos ambientaisecossistemas, além de confortáveis instalações.

Ementas

1ª SÉRIE

Biologia Aplicada 1: Biosfera, ecossistemas, espécies, populações e comunidades. Padrões de crescimento das populações. Relações intra-específicas e inter-específicas. Nicho ecológico. Sucessões. O homem e o meio ambiente: monitoramento e avaliação do impacto ambiental.

Química Experimental 1: Técnicas e operações de laboratório. Segurança no laboratório. Substâncias puras, misturas e combinações. Compostos iônicos e covalentes. Funções inorgânicas. Indicadores. Reações químicas. Fatores que influenciam as reações químicas. Leis ponderais.

Biotecnologia Geral: Definição e impacto da biotecnologia na sociedade. Os agentes biológicos. As principais ferramentas da biotecnologia clássica: fermentações e cultura de tecidos. A hereditariedade. O melhoramento genético. O DNA e a informação genética. Introdução à biotecnologia moderna.

2ª SÉRIE

Biologia Aplicada 2: Anatomia e fisiologia humanas. Nutrição, circulação, respiração e excreção. Sistemas de integração e controle corporal. Revestimento, suporte e movimentação do corpo humano. Reprodução. A integração do organismo. Aspectos gerais de saúde humana. Os sistemas de defesa. Prevenção de distúrbios e doenças.

Química Experimental 2: Técnicas e operações de laboratório. Segurança no laboratório. Soluções. Preparação de soluções. Volumetria. Os compostos orgânicos. Constantes físicas. Extração com solvente. Destilação. Propriedades e caracterização das principais funções orgânicas. Reações orgânicas.

Microbiologia: O cuidado do material básico no laboratório microbiológico. Normas de biossegurança no laboratório. Características morfológicas e fisiológicas dos microrganismos, processos reprodutivos, importância econômica e sanitária. Técnicas microbiológicas. O crescimento de microorganismos e o seu controle por agentes físicos e químicos.

Tecnologia das Fermentações: Aspectos tecnológicos, ambientais e sociais de alguns processos biotecnológicos. O processo industrial genérico. Fermentadores. Problemas de escala. Tratamentos iniciais e finais. Condução e monitoramento de uma fermentação. As novas tecnologias na Indústria.

3ª SÉRIE

Biologia e Biotecnologia vegetal: Multiplicação, crescimento e desenvolvimento. Aspectos tecnológicos da multiplicação “in vivo” e da multiplicação “in vitro”. O transporte de substâncias através da planta. O sistema foliar e a transpiração. Respiração e fotossíntese. A diversidade vegetal e sua conservação.

Química Experimental 3: Técnicas e operações de laboratório. Segurança no laboratório. Soluções. Propriedades coligativas. Termoquímica. Cinética Química. Equilíbrios químicos. Oxidações e reduções. Eletroquímica: pilhas e eletrólise. Corrosão.

Química Biológica: A composição da matéria viva. Técnicas analíticas. Espectrofotometria. Cromatografia. Eletroforese. Carboidratos. Proteínas. Enzimas e cinética enzimática. Lipídeos. Vitaminas. Aspectos de Bioquímica Humana.

Processos Biotecnológicos: O impacto da Biotecnologia no meio ambiente, na indústria e na produção de alimentos.

Biotecnologia Avançada: Biologia molecular. As novas tecnologias. Noções de bioinformática e genômica. Biotecnologia e agricultura. Os novos alimentos. Biotecnologia e saúde. Bioética.

Projeto Final

Mercado de trabalho

Mercado de TrabalhoTodos os alunos do ORT formados em Biotecnologia adquirem experiência profissional através de um estágio supervisionado de pelo menos 220 horas. No mínimo 80 horas devem ser cumpridas através de estágio em empresas ou instituições da área. As 140 horas restantes correspondem à matéria Projeto Final.

Os alunos formados em biotecnologia estão habilitados a trabalhar em diversas áreas como ser as indústrias farmacêuticas, de alimentos e de energia. Podem atuar na cultura de microrganismos e de células, na aplicação de testes de laboratório e também em diferentes etapas da obtenção de produtos, no acompanhamento da produção, na análise de produtos e no controle de qualidade.

Com o diploma do ORT também é possível atuar na área de seleção e manutenção de linhagens microbianas e celulares escolhidas, na multiplicação in vitro de vegetais e realizar testes laboratoriais. Na área industrial o diploma confere conhecimento para atividades como preparação de inóculos, monitoramento e controle de processos ou controle de qualidade.

Corpo Docente

Coordenação:

Drª Maria Antonia Malajovich
e-mail: MariaAntonia@ort.org.br

Professores:

* Andréa Maria Duarte de Farias: Engenharia, UERJ; Química, IME; Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos, UFRJ
* Denise Mattatia Grassiano: Química Industrial, Lic. em Química, Mestre em Ciência, UFRJ
* Ellen Cordeiro Perez Pombal: Lic. em Ciências Biológicas, PUC Campinas; Mestre em Biologia Vegetal, UNESP Rio Claro
* Leonardo Vazquez: Farmácia, UFRJ
* Marcia Brito de Souza: Lic. em Química, FAHUPE; Mestre em Microbiologia, UFRJ
* Marcos Loureiro Madureira: Lic. e Bacharel em Ciências Biológicas, FTES, Mestre em Microbiologia, UFRJ
* Maria Antonia Malajovich: Lic. em Ciências Biológicas UNBA (Arg); Bacharel em Ciências Biológicas, Mestre e Dra. em Genética, UFRJ
* Nathalia Enes de Campos: Bacharel em Ciências Biológicas, Modalidade Médica, UFRJ
* Sonia Letichevsky: Engenheira química, Mestre e Dra. Em Química inorgânica (PUC-Rio)

Equipe Técnica:

Chefe de Laboratório

* Vítor Soares Mann: Técnico em Biotecnologia, ORT; Pedagogo e Mestre em Educação, UNIRIO

Técnicos
* Alessandra Sor: Técnica em Biotecnologia, ORT
* Amanda Santos Ferreira: Técnica em Biotecnologia, ORT
* Felipe Maranhão Canavezes Lordelo: Técnico em Química (Colégio Santa Maria)

Projeto Final

Todos os alunos graduados com o diploma do ORT realizam um projeto de fim de curso, na matéria Projeto Final, nos moldes dos trabalhos de monografia. Desenvolve-se durante 3º ano, nas aulas para isso destinadas e, também, fora do horário de aula.

Projeto FinalO Projeto Final de Biotecnologia equivale a 140 horas de estágio obrigatório.

Os alunos trabalham em pequenos grupos, em um tema de seu interesse escolhido de comum acordo com o Professor Orientador. Cada grupo procura e elabora a informação sobre o tema; planeja, organiza e desenvolve as atividades de laboratório correspondentes; analisa os resultados; e, finalmente, redige o trabalho realizado e apresenta suas conclusões.

O projeto final tem os seguintes objetivos:

  • - Auxiliar o aluno no desenvolvimento das atividades de elaboração de um projeto e apresentação de seu produto final;
  • - Integrar em um exercício único as várias disciplinas e assuntos abordados durante o curso;
  • - Avaliar o nível de aprendizado e de capacitação profissional oferecido pelo curso.

1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005
2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013

TURMA 2013

TÍTULO AUTORES

O coco (Cocus nucifera) como matéria-prima

Allan Schechter, Ingrid Amaral e Pedro Thiengo.
Voltar

TURMA 2012

TÍTULO AUTORES
Formação de coacervatos BRUNO F. LEITÃO ALMEIDA, LETÍCIA LIMA e MARTINA DAVIDSON
Expansão osmótica de cristais BRUNO F. LEITÃO ALMEIDA, LETÍCIA LIMA e MARTINA DAVIDSON
Difusão da betacianina BRUNO FRAJBLAT e LIDEMBERG CONSTANTINO SCHMALL NOVELLO
Seleção de microrganismos amilolíticos CAROLINE MARTINS BARBOSA, DANIEL TEIXEIRA DOS SANTOS e RAYANE DA CRUZ ALBINO
Propriedades antissépticas da própolis LARA DURÃO SOUTO e LUIZA BARBOSA PEREIRA
A importância do glúten na panificação (pretzels) PAULA FRENKEL
Voltar

TURMA 2011

TÍTULO AUTORES
Noções de biossegurança: O rol do papel higiênico na via de contaminação fecal-oral. ERIKA BARRETO e JULIANA NAVEIRA
Eletroforese: Montagem de um sistema simples de baixo custo. LUCIANA CASTILHO BOKEHI e VITOR VELLOSO ABSALÃO
Biodegradação de lipídios por produtos comerciais. JOÃO ISAAC DE CARVALHO E SILVA MARQUES e YAMA PAIVA
PORTILHO MACIEL
Um modelo de fermentador. PEDRO ROGÉRIO ALVAREZ DA SILVA
Voltar

TURMA 2010

TÍTULO AUTORES
Inoculação de soja com rizóbios CLARISSA ARAUJO COSTA NAVEIRA E SILVA, ILANA CYTRYN DOS REIS e NATHALIA ARAUJO COSTA NAVEIRA E SILVA
Bioplásticos de gelatina GABRIEL POLITZER COUTO e GUILHERME FAGUNDES PAGOTTO
A biodiversidade oculta LUIZA VETORAZZO AMARAL
Um estudo sobre a biocorrosão MATHEUS ESTEVES FERREIRA
Ensaios biológicos TATIANA DE MORA GAZALE
Voltar

TURMA 2009

TÍTULO AUTORES
Extração de pectina de cascas de frutas ANA BEATRIZ CANTUARIA DA SILVA, CARLA FRIMER
e VERENA DIAS DOS SANTOS
Análise enzimática de extratos de raiz-forte e rabanete BEATRIZ LERER, CLARA MAGDALENA GOMES e JULIANA
WOLFF SALLES DE OLIVEIRA
A inoculação de leguminosas por rizóbios GUIDO PAES VINCENT, JULIA IUNES MONTEIRO e LETÍCIA
LÜTKE RISKI
Comportamento alimentar de Drosophila melanogaster LUCAS DIAS FROTA
Efeito de substâncias antioxidantes na longevidade
de Drosophila melanogaster
MARCOS SIMON NIGRI
Voltar

TURMA 2008

TÍTULO AUTORES
Ação antimicrobiana do própolis em Escherichia coli, Micrococcus luteus e Bacillus subtilis AMANDA SANTOS FERREIRA, DALTON PEREIRA AZINI, FELIPE BERGER, FLAVIA MIRANDA GONÇALVES, JOÃO HAMPSHIRE OLSSON BARBOSA, LEONARDO ALVES ROSSI, THAYZE FERNANDA ASSIS CORREIA, TIAGO DOS SANTOS DOMINGUES.
Voltar

TURMA 2007

TÍTULO AUTORES
Ação antimicrobiana do mel de Hyptis mutabilis em Escherichia coli, Micrococcus luteus e Rhodotorula DANIEL COHEN, FERNANDA CRUZ NUNES, FERNANDO BEER FRENKEL, FRANCISCO ALEXANDRE FERREIRA, GIULIA POLITI, KIZZY DE PAULA MOTA, RICARDO BECKER BEZERRA CAVALCANTI.
Voltar

TURMA 2006

TÍTULO AUTORES
Produção de celulose de origem bacteriana ALESSANDRA SOR e PRISCILLA GHELMAN
A desinfecção do explante na cultura in vitro da couve-flor BÁRBARA MOREIRA BOMFIM e BRUNA FARJUN
Estudo comportamental da territorialidade e agressão em grilos DANIEL ESTEVES FRANCO
Efeito da aplicação de herbicida em cultivos de soja convencional e transgênica GABBRIELLA LEON VASQUES DE OLIVEIRA e PAOLA STEPHANIE FAGUNDES PAGOTTO
As lipases na germinação da mamona VICTOR CARDOSO e SILVA HECHT
Voltar

TURMA 2005

TÍTULO AUTORES
Polímeros de amido: síntese e propriedades ADLIZ DA ROCHA SIQUEIRA e LETICIA PROTECTOR
Estudos calorimétricos de “Junk-food” AUGUSTO MIRANDA REIS e ILAN EJKOWICZ
Ação da giberelina em plantas de girassol anãs CAMILA WIELMOWICKI UCHOA e ÉRICA GLASMAN
Efeito da dose de algumas substâncias tóxicas em minhocas JAQUELINE RAPOPORT e RAYANA LOPES LEIBEL
Voltar

TURMA 2004

TÍTULO AUTORES
Utilização da coluna de Winogradsky e meios seletivos para a determinação das características do solo do CEDEA/Petrópolis AMANDA SOARES DE SOUZA, CAROLINA SARQUIS AIEX MARINI FERREIRA e FRANCISCO DE OLIVEIRA BORGES NETO
Estudo do efeito dos óleos cítricos e dos agrotóxicos na mosca Drosophila melanogaster CLAUDIA SPECTOR
Estudando a fermentação ideal: uma análise de variáveis EBERHARDT PORTOCARRERO GROSS e MARCOS C.C. DE ALBUQUERQUE
Alimentos sem estrutura celular (emulsão, espuma e gel) FLÁVIA GABEL GUIMARÃES
Voltar

TURMA 2003

TÍTULO AUTORES
Ação da Celulase FERNANDA WAJNSZTAJN e MARIANA LEON
Influência do Sal e do Álcool na Ação da Catalase PÂMELA MARQUES e UNA NEVES
Bioaumentação de Microrganismos Degradadores de Gasolina LUISA ARUEIRA, MARCELA CARRIÓN e OLGA ROSENVALD
Inativação e Ativação da Catalase GABRIEL BENOLIEL e LEONARDO VASQUEZ
Indicadores de pH à Base de Extratos Naturais BENTO MARINHO, DANIEL MARTINEZ e RENATO CESAR
Voltar

TURMA 2002

TÍTULO AUTORES
A sensibilidade em diferentes partes do corpo BRUNO SALAMA HERSZAGE, DANIELLE BECKMAN e THADEU IBARRA MOURÃO
Ação bactericida de anti-sépticos bucais e pastas dentárias sobre o M. luteus ALINE DOS SANTOS GARCIA GOMES e MAJOY GONÇALVES COUTO DA CUNHA
Comparação entre dois métodos de reconhecimento de glicose. MARCIO NAJNUDEL ASSAYAG e GUSTAVO PAIVA QUEIROZ
Cultivo de embriões de milho TASSIA TORRES FURTADO, VANIA CAROLINA FONSECA DA SILVA e VITOR SOARES MANN
O efeito de inseticidas naturais em tenébrios AMANDA TAVARES, FERNANDO KAUFMAN e GABRIELA DEUTSCH
Produção de uma linha de cosméticos KENYA KELDANI QUINTÃO
Voltar

TURMA 2001

TÍTULO AUTORES
Utilização de bioindicadores para a análise da qualidade da água no Rio dos Macacos (RJ) DANILO R. SARCINELLI e TIAGO CHAGAS DE O. TOURINHO
Física do Movimentos ANDRÉ LARRONDA ASTI e GENTIL ARTHUR L. B. M. DE VASCONCELHOS
Considerações metodológicas para a biossíntesse de celulos FERNANDA G. MIODOWNIK, JANE CELNIK e SAMUEL D. MOSCAVITCH
Extração do óleo de coco LEONARDO KAPLAN
Obtenção de fibra e papel a partir do coco JACQUELINE KARLIN
Voltar

TURMA 2000

TÍTULO AUTORES
Ação de anti-poluentes no derramamento de óleo: um estudo experimental CAMILA MARQUES, CLARA MAIMON e LUISA PACHE
Ação da enzima lactase ANTÔNIO AISENGART, CLÁUDIO MIRANDA e PEDRO MARGALLO
Atividade hidrolítica de diferentes microrganismos ROSANE ABRAMOVITCH e VIVIANE SANTOS
Ação dos raios UV sobre Saccharomyces cerevisiae CLARA FONSECA e YVAGA POTY
Voltar

TURMA 1999

TÍTULO AUTORES
Ação de agentes químicos sobre as bactérias BEATRIZ FIGUEIRA e MÔNICA LOBÃO
O isolamento de actinomicetos do solo para o teste de produção de antibióticos ROBERTA GARCIA e TATIANA PROTZENKO
A ação dos hormônios vegetais: giberelina DIEGO ALVIM, GUSTAVO VILLELA e SÉRGIO SANCOVSCHI
Estudo do crescimento de fungos em temperaturas diferentes FELIPE RIBEIRO
Influência de fatores ambientais e genéticos na síntese de prodigiosina pela bactéria Serratia marcescens MARIANA LUSTOSA, MICHEL HERSZENHAUT e VICTOR MARGALLO
Medição da velocidade de fermentação de leveduras ROMANA CÂMARA e TATIANA DIAS
Voltar

TURMA 1998

TÍTULO AUTORES
Identificação e estudos do estado ABH secretor em uma população humana GUILHERME MENDES, LEONARDO KAYAT e HUMBERTO MARTINS
A degradação da vitamina C FERNANDA MENDA, ILANA AIZEMBERG e RENATA MENDES
Identificação de diversos microorganismos da lagoa Rodrigo de Freitas BRUNO BRAGA, MARIA MATOS e PAULA LEITE
Purificação de uma cultura de Spirulina visando futura produção de SCP CIRO GRYNBERG e CORAL GRIMBERG
Atividade fotossintética de algas livres e imobilizadas FLAVIA EJZYKOWICZ
Análise da influência do canal do Jardim de Alah nas praias do Leblon e Ipanema EDUARDO FOX, BRUNO NOVAES e JACQUES KAUFMAN
Monitoramento de uma população de leveduras LEONARDO BAUMWORCEL, MARCUS MIODOWNIK e WILLY JABLONKA
Voltar

TURMA 1997

TÍTULO AUTORES
Extração e caracterização de ADN CANDICE FRANKEL, FERNANDA MIRANDA e RAPHAEL RIBEIRO
Caracterização morfo e fisiológica de espécies de Penicillium ELISA KORENBLUM
Ação da luz U.V. Sobre os microorganismos CAROLINA VOLOCH e FABIANA GASPAR
Obtenção de protoplastos FERNANDA BORDALO
A ação microbiana do “pool” EM-4 sobre os gases provenientes da decomposição de material orgânico protéico ANDRÉ TOSHIO
Produção de bebidas fermentadas ALINE KIRJNER e ILANA BALASSIANO
Bacteriófagos t4: estimativa do título em uma cultura CAIO YOSHIDA e MARCEL LYRA
Voltar

TURMA 1996

TÍTULO AUTORES
Epidemia: um modelo experimental CECÍLIA MANSOLDO, DANIEL SCHACHTER e EDUARDO BLUM
Inibição do crescimento microbiano por extrato de alho, louro, cravo e canela ANA FLÁVIA LOPES, FLÁVIA BARBOSA, LEILA HSUMI e RENATO FARIA
Isolamento de mutantes resistentes à antibiótico MARCELLE TENDRIH e VIVIANE LAJTER
Reciclagem e produção de papel DANIEL HERSZENHAUT, MARIANA JUER e NIRA BESSLER
Voltar

TURMA 1995

TÍTULO AUTORES
Cultura in vitro de raízes de ervilha CAROLINA BRAGA, JULIANA MAYRINCK e MARA PULCHERI
Reproduzindo as pteridófitas CARLOS ERIC NOVELLO
Extração de bromelina de abacaxi FÁBIO NUDELMAN
Cultivo de fungos FÁBIO KLAINCHOT e FÁBIO WAJNBERG
Biodegradação de detergentes FERNANDO MINELLI e GUILHERME FABRINO
Cultivo de algas dulcícolas LÍVIA GOMES e RENATA ROSENFELD
Voltar

TURMA 1994

TÍTULO AUTORES
Uso de indicadores biológicos vegetais e animais em toxicologia: determinação da DL50 CLARICE KIRSBERG e DANIELE ESQUENAZI
Extração de lectinas vegetais para tipificação de grupos sangüíneos CAROLINA MARTINS e MARIANA GUIMARÃES
Efeitos biocidas de extratos de eucaliptos PATRICK MORENO e RAFAEL FELDMAN